Papagaio-verdadeiro

 

O Papagaio-verdadeiro é uma ave Psittaciforme da família Psittacidae. Conhecido também como Ajuru-etê, Curau, Papagaio-comum, e Louro, como aliás são chamados todos os papagaios domésticos em nosso País.

Mede de 35 a 37 cm. de comprimento e pesa cerca de 400g. Se dintingue pela cabeça amarela, com azul-esverdeado na fronte e bochecha, narinas escuras, ombros vermelhos delineados com amarelo, asa com parte vermelha e extremos azul-escuro. Resto do corpo geralmente verde, mais claro entre o ventre e o rabo. É conhecido por ser um bom "falador".

Sua alimentação baseia-se em sementes e frutos nativos.
Costumam -se reproduzir em buracos de rochas erodidas ou em barrancos. Os filhotes permanecem no ninho por cerca de 2 meses. O período de reprodução é de setembro a março. Esta ave costuma ter somente uma parceira(o) durante a vida toda, fato que pode prejudicar a reprodução já que, se seu parceiro(a) for capturado(a), o papagaio não volta a reproduzir. Os principais predadores dos filhotes dos papagaios são o homem e pássaros de outras espécies que se alimentam de filhotes e ovos de pássaros. Em cativeiro, nos zoológicos e no IBAMA, para se tentar a reprodução, escolhe-se um casal que é separado do restante e, somente se o macho aceitar a fêmea, ocorre o acasalamento.

Habita florestas úmidas, savanas, floresta de galeria, áreas cultivadas com árvores e matas com palmeiras, até 1.600 m. Comum em casais ou bandos. Macho e fêmea voam tão juntos um do outro que o casal parece ser uma grande e fabulosa ave de quatro asas, o que se observa inclusive quando estão em bando. A melhor defesa que possui é ficar imóvel e calado. É freqüentemente "canhoto", razão pela qual o pé esquerdo é melhor desenvolvido. Boceja ocasionalmente. Para dormir reúne-se em bandos.

Sua distribuição geográfica é bem ampla,habita o interior da América do Sul, do nordeste do Brasil, leste da Bolívia, Paraguai, até o norte de Argentina. Presente no interior do Brasil, no Nordeste (Piauí, Pernambuco e Bahia), Centro-oeste (Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso) e no Sul, Santa Catarina (inclusive litoral) e Rio Grande do Sul.

Igor Prestes da Rosa
Estudante de Ciências Biológicas

 

« voltar Recomendar/Indicar este conteúdo